(11) 4723-4545 | (11) 99651-2066 vendas@amlocacoes.com.br

Fresadora 

 

EPI'S

  

Finalidade

Equipada com discos com pontas de widia para serviços em que se deseja uma agressão ao substrato, como:

* Apicoamento e preparação de pisos de concreto para garantir a ancoragem do novo revestimento. * Remoção de revestimentos duros e espessos antigos e marcas de sinalização.

* Limpeza de pisos industriais com remoção de camadas impregnadas de óleo.

* Corte de sulcos antiderrapantes e de drenagem em asfalto e concreto.

É imprescindível seguir as determinações da NR 18.

 

  • Características

 

Fabricante Modelo Tensão Potência Prof. max. corte Vel. Rotação Peso Rendimento
Betomaq F 30 220 V monof.  4 CV 5,0 mm 600 rpm 150 kg 20 a 50 m²/h

Ligando a Máquina

Levante o tambor de desbaste por completo, puxando a alavanca de controle para trás. Acione a chave comutadora (botão liga/desliga). Abaixe o tambor, movendo a alavanca de controle para frente até que as ferramentas entrem em bom contato com a superfície de trabalho, obtendo-se o efeito de fresagem desejado. Pela alavanca de regulagem pode-se variar a profundidade de corte, mas cuidado para não exceder as ferramentas tem que trabalhar dentro da folga que as mesmas tem sobre os eixos do tambor. Atenção: O efeito de fresagem das ferramentas é reduzido quando o tambor é abaixado demais, além da folga, o que além de diminuir o efeito de fresagem, causa superaquecimento do motor e uma maior trepidação no conjunto, prejudicando o serviço e a máquina, podendo inclusive ocasionar a queima do motor elétrico e a destruição da máquina. Caso se queira uma maior profundidade recomenda-se dar mais de uma passada e/ou reduzir a velocidade de deslocamento da máquina, ou seja andar mais devagar, permitindo que as ferramentas ajam com mais intensidade sobre o piso. Em pisos com superfície irregular – cuidado – faça uma pré-fresagem, com pouca profundidade desbastando somente os pontos mais altos, para depois uma segunda ou terceira passagem alcançar os pontos mais baixos, caso contrário as ferramentas e os eixos do carretel serão danificados. Para desligar a máquina acione a chave comutadora (botão liga/desliga).

Conforme NR 18 a execução e manutenção das instalações elétricas devem ser realizadas por trabalhador qualificado e a supervisão por profissional legalmente habilitado. Assegure-se de que a voltagem da rede é a mesma do equipamento. A tensão de alimentação elétrica deverá estar com +/- 5% da tensão nominal. Faça o aterramento do equipamento. O cabo de ligação e possíveis extensões deverão ser compostos por cabos de condução elétrica com proteção mecânica, do tipo PP com secção de 4,0 mm². O cabo de ligação deverá ser inteiriço, sem emendas, para não haver correntes de fuga, nem estar enrolado, tendo no máximo 50 mts de compr. O circuito de alimentação deverá ser protegido por interruptor de corrente de fuga do tipo “DR”. Verifique os acessórios que acompanham o equipamento para sua segurança e exatidão no trabalho a ser realizado. Para maior segurança utilize os EPI’s necessários para o serviço a ser executado. Isole o local onde se vai trabalhar, não permita o acesso de outras pessoas. Nunca ligue o equipamento com as ferramentas em contato com o piso.

Contato

(11) 4723-4545 | 99651-2066 (WhatsApp)

Av. Francisco Ferreira Lopes, 3120 - Mogi das Cruzes/SP